Biomagnetismo

Biomagnetismo MédicoO biomagnetismo é um sistema terapêutico desenvolvido pelo Dr. Isaac Goiz Duran, em 1988. O método consiste no uso de ímãs poderosos para combater parasitas, bactérias, fungos, vírus e outros germes que causam várias doenças.

O sistema consiste no reconhecimento de pontos de energia alterada no corpo que, juntos, causam a doença humana.  Uma vez reconhecidas as áreas e confirmada a sua energia potencial, que correspondem a órgãos e tecidos submetidos a distorção, o terapeuta aplica um conjunto de ímãs sobre estes pontos durante 15 a 20 minutos.

Cada órgão ou tecido do nosso corpo tem um maior ou menor grau de acidez ou alcalinidade, que nos é dado pela leitura da sua concentração de hidrogênio, isto é, pelo seu potencial de hidrogênio ou pH. As pessoas com algum tipo de doença apresentam, habitualmente, um excesso de íons eletropositivos (toxinas, radicais livres, etc), que acidificam as células, os órgãos, o sangue e as secreções.

Quando isto acontece, quando um tecido corporal qualquer se polariza positivo (acidez), pelo excesso de íons de hidrogênio, existirá outro que se terá polarizado negativo (alcalino), e é esta alteração da polarização que, na perspectiva do biomagnetismo, produz a doença. Esta permanência do tecido numa condição de pH alterado vai permitir o desenvolvimento de vírus, ali onde o pH é mais ácido, e, de bactérias, onde ele é mais alcalino.

Esta técnica, de tratamento natural, consiste em equilibrar e restabelecer o sistema defensivo do corpo humano, ao criar um campo magnético que permite tornar incompatível o desenvolvimento e a existência dos vírus, das bactérias, dos fungos e dos parasitas e um campo totalmente inacessível para eles.

O Biomagnetismo é uma terapia não invasiva, de fácil e cômoda aplicação que pode tratar todo o tipo de doenças e disfunções, inclusive emocionais. A duração aproximada de uma sessão é de 1 hora. O número de sessões depende do tipo de patologia, da sua agressividade e do tempo que a enfermidade está instalado no organismo.