Brócolis ou couve-flor?

As diferenças e semelhanças entre as duas “arvorezinhas” nutritivas

O brócolis (Brassica oleracea var.italica) e a couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.) são plantas crucíferas (família Brassicaceae) cultivadas em diversas regiões do mundo, principalmente naquelas com temperaturas mais amenas. Em geral, a parte consumida é a inflorescência, embora as folhas e os talos também possam ser preparados e consumidos.

Em se tratando da couve-flor, suas folhas apresentam teores minerais que geralmente superam o encontrado em outras variedades, embora o cozimento em água reduza esses teores. Por outro lado, o brócolis tem se destacado pelo seu alto valor nutritivo e propriedades nutracêuticas decorrentes da presença de glucosilonatos (composto químico com propriedades anticancerígenas).

Nutricionalmente, embora pertencentes à mesma família, as inflorescências do brócolis e da couve-flor apresentam certas distinções, sendo encontrado, no primeiro, maiores quantidades de proteínas, fibras, cálcio, magnésio, ferro e das vitaminas niacina, tiamina, folato, vitamina A, vitamina E e vitamina K. Por outro lado, a couve-flor apresenta maiores teores dos minerais sódio, zinco e potássio, e das vitaminas riboflavina e piridoxina, enquanto que para os teores de energia, lipídios, carboidratos, fósforo e vitamina C (ácido ascórbico), as hortaliças têm valores similares. Compare e escolha!

 

Késia Diego Quintaes é doutora em Nutrição e Alimentos.

Brócolis

VALORES NUTRICIONAIS Couve-flor

25

Energia (kcal)

23

2,1

Proteínas (g) 1,8
0,5 Lipídios totais (g)

0,4

4,4

Carboidratos (g) 4,1
3,4 Fibras (g)

2,3

51

Cálcio (mg) 16
15 Magnésio (mg)

9

33

Fósforo (mg) 32

0,5

Ferro (mg)

0,3

2 Sódio (mg)

15

0,1

Zinco (mg) 0,2

119

Potássio (mg) 142
0,55 Niacina (mg)

0,41

0,06 Tiamina (mg)

0,04

0,03

Riboflavina (mg) 0,05
0,07 Piridoxina

0,17

108 Folato (mcg)

44

42

Ácido ascórbico (mg) 44
1548 Vitamina A (UI)

12

1,45

Vitamina E (alfatocoferol) (mg)

0,1

141 Vitamina K (mcg)

13,8

Fonte: Valores nutricionais adaptados da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), 4ª Ed., 2011, USDA, National Nutrient Database for Standard Reference, release 26.

 

Fonte do artigo:

REVISTA VIDA E SAÚDE, São Paulo, n. 5, p.24, Maio 2015.

 

DICA REVITACENTRI:

divulgaFace6